Artigos

Presb. Osmar de Lima Carneiro

Presb. Osmar de Lima Carneiro:
Ato de Beleza e de Poesia!

O banquete é no Solar de Simão, com requintes de luxo e de beleza: saíram das arcas finas alfaias, pratos e salvas preciosos, ânforas e taças trabalhadas. Os criados acendem os candelabros e lampadários cujo brilho se reflete nos metais e nos mantos coloridos dos convivas.

Judas acha tudo suntuoso e escandalizado, murmura:
- Vê quanta opulência, quanta despesa inútil, enquanto na Judéia e Galiléia, há tantos pobres sem um pedaço de pão...

Outro discípulo entra no diálogo:
- O Mestre sabe o que faz. - E tu, Judas, só pensas em dinheiro.

Começam as abluções. Criados com jarros e bacias de prata percorrem a sala e, à proporção que os convidados lavam os pés e as mãos, enxugando-se em grandes talhas de franjas, entra Maria com um grande vaso de alabastro, contendo a essência puríssima do nardo. Aproxima-se do Mestre e com um martelo, quebra a ânfora: delicado e sutil o perfume expande-se pela casa. Todos os olhares se volvem.
- É nardo oriental, o mais caro perfume da Ásia!
- É a jóia dos aromas e vale mais do que o ouro e as pedrarias!

Com os dedos trêmulos, Maria unge os cabelos de Jesus; depois se ajoelha e entorna a essência magnífica nos pés do Mestre.

Judas não se contém e, impulsivo, condena:
- É incrível o que faz esta mulher! E tu, Mestre, o consentes!

Tu, que sabes que a miséria geme nas terras de Israel! Pelas estradas, vimos criancinhas esfarrapadas, velhos esfomeados, viúvas soluçantes e mendigos rotos e chagados... Esse perfume custou, no mínimo, trezentos dinheiros! O preço de um campo de trigo!
- Trezentos dinheiros – disse Filipe, impressionado pelos argumentos de Judas – alimentariam três mil pobres!

Outro exclama:
- Foi o cálculo que fizeste na montanha, entretanto viste o Mestre alimentar três mil pessoas sem um ceitil!

Jesus ouve aquilo e olha para os discípulos cheio de bondade:
- Por que afligis esta mulher? Ela praticou uma boa ação. Os pobres sempre os tereis, porém a mim nem sempre. Este perfume preparou-me para a sepultura. Por isso vos digo: onde quer que o Evangelho for pregado em todo o Mundo, será referido o que ela fez, para memória sua.
Os avarentos resmungam como Judas. Os falsos filantropos revoltam-se, mas onde quer que seja pregado o Evangelho, o ato de Maria será lembrado, porquanto o Evangelho é a restauração da beleza da Vida e da poesia que enleva o nosso espírito.
Preparemos, pois, um banquete para o Mestre, e sejamos anfitriões como Simão, Lázaro e Maria. Realizemos um ato de Beleza e de Poesia.

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172