Artigos

Pr. Anderson José de Andrade Firmino

Pr. Anderson José de Andrade Firmino:
A igreja do Senhor.

A igreja do Senhor.

“...Edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não  prevalecerão contra  ela” Mt 16.18

            O que dizer a uma igreja tão jovem? O que escrever numa data tão significativa? A tanta coisa para se dizer e inúmeras para se escrever. Vivemos numa cultura de coisas efêmeras, verdades relativas e de um consumismo descartável impressionante. Entretanto, a partir da Palavra de Deus, cremos que a Escritura é absoluta, atemporal e inspirada. Portanto, útil para repreensão, correção e educação na justiça. É a verdade eterna de Deus.

            A primeira lição que observamos neste texto é que a igreja é uma invenção divina (Edificarei a minha igreja”). A igreja não é produto de uma decisão conciliar, não foi gerada na inversão do homem, nem criada sob o cetro do império romano no período de Constantino. A igreja nasce da mente eterna do Senhor ela vem de cima ela tem como gênesis o próprio Deus. A igreja é Deus, pois foi comprada com o sangue de Jesus (Atos 20.28).

            Outra lição que temos, é que a igreja é do Senhor, minha igreja”. Nenhum homem por mais culto que seja, nenhum ancião por mais sábio que se apresente, nenhuma assembleia por mais unanime que se represente, pode governar a igreja universal. Esta honra e de Cristo esta autoridade é exclusiva da segunda pessoa da Trindade.  Paulo nos ensina que a igreja é o corpo e que Cristo é o cabeça. “Porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo” (Ef 5.23).  

            Aprendemos ainda neste texto que a igreja possui inimigos (portas do inferno”). As Escrituras falam com bastante veemência que estamos vivendo em um constante conflito espiritual. Conforme Paulo em Efésios 6.10-20 escreve que estamos numa luta sem tréguas. Aos coríntios ele fala de quais armas devemos usar (2 Co 10.3-5). Nesta duelo não existe pacifismo nem neutralidade e qualquer evangélico que seja fiel as Escrituras não pode se mostrar cético a esta realidade.

            Por fim, somos instruídos que a igreja resistirá aos mais variados e perigosos ataques da carne, do mundo e do diabo (prevalecerão contra ela”). A igreja não caminha vitoriosamente à parte da assistência e proteção de Cristo. O Senhor Jesus é o nosso escudo e protetor. Ele triunfou sobre os principados e potestades na cruz, esmagou a cabeça da serpente e arrancou a armadura do valente. Jesus venceu o diabo, a morte e o pecado. Ressuscitou triunfantemente, ascendeu ao céu e foi entronizado com glória e majestade. Ele tem as chaves da morte e do inferno. Jesus tem todo o poder e toda autoridade no céu e na terra. Não existe ideologia que assassine a igreja, não existe perseguição que mate a noiva e nem mesmo o pecado eliminará o corpo de Cristo. Porque ele intercede por nos para que nossa fé não desfaleça. Igreja Congregacional no Bessa, eu vós escrevo neste nono aniversário, que aquele que criou a igreja, continua cuidando dela. Aquele que lançou os alicerces continua construindo seu edifício, até que num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”.

 

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172