Artigos

Presb. Osmar de Lima Carneiro

Presb. Osmar de Lima Carneiro:
Avante, a Ordem é seguir!

 

A nossa membresia é pequena. Somos poucos, entretanto temos de nos destacar pela qualidade – coragem, desprendimento, habilidades, tempo e ideais nobres. Sigam avante! É a determinação. Avante nas conquistas pessoais: aquisições intelectuais, aquisições oratórias, qualificações espirituais, qualificações no trabalho prático, zelosos nas qualidades morais e fiéis no serviço cristão.

A história nos empresta o exemplo de um filho mudo do Rei Dario que, em certo dia, um soldado estava para matar o rei, de repente, o jovem que era mudo desde a infância, gritou surpreso: “você não sabe que ele é Rei?” Sua língua silenciosa foi solta pelo amor que dedicava a seu pai. Bem pode acontecer que a nossa língua encontre fala vigorosa quando tivermos uma visão de Cristo Crucificado por causa dos nossos pecados.

Tomemos como modelo para a nossa vida cristã, os verdadeiros ganhadores de almas: Filipe, Pedro, Paulo, Oswald Smith, Billy Graham e muitos outros que se gastaram e ainda se gastam proclamando o Evangelho. Há males, como o não testemunhar de Jesus, que devemos sacudir de nós, a exemplo do que Paulo fez com aquela víbora que grudou na sua mão e há virtudes que devemos obter a qualquer custo, para utilizar na causa evangélica. Os discípulos, após o calvário, ficaram sem iniciativa, inertes, quase que petrificados, a ponto dos anjos ferirem-lhes o brio:

- Varões galileus, por que olhais para o céu, parados, sem iniciativa?

Ainda não é tempo de vivermos de contemplação das estrelas, precisamos deixar a imobilidade e pregar o evangelho! Na era apostólica os campos eram protegidos por cercas e valas e os apóstolos eram decididos quanto a manter marcas; hoje, o modernismo teológico arrancou as cercas, entupiu as valas, nivelou tudo. Agora tudo é plano, sem marcas, sem referências e sem testemunho de vida. Os crentes estão no momento da contemplação, quais borboletas de jardim, quando a ordem é marchar, seguir em frente. Saibamos que Adão nos deixou fora do jardim, desiludidos, desapontados, sem a bênção de Deus. Todavia, Cristo Jesus, após o calvário, nos apontou o pentecostes e ali o Espírito Santo está desejando nos colocar no centro das atividades cristãs, no batalhão dos que pregam o evangelho com altivez.

Ouvi certa ocasião uma sentença: “Onde não entra o sol, entra o médico. Onde não brilha Jesus, a alma está doente”. “Ninguém conhece o Filho, senão o Pai” – Abraão, Davi, Isaías, Jeremias, João, Estevão, são principiantes ainda, conheceram só um pouco do Cristo glorioso e bom; somente o Deus infinito tem pleno conhecimento d́Ele, e quer que nós, pela Sua palavra, fiquemos com as suas lições de vida e anunciemos que somente Ele pode salvar o pecador. Daí a oportuna recomendação: deixemos a imobilidade, porque a ordem é seguir – Avante!

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172