Artigos

Diác. Alexandre Gomes Bronzeado

Diác. Alexandre Gomes Bronzeado:
Não há outro Evangelho

Uma das características das pessoas do mundo moderno é a procura incessante por novidades. Não poucos, buscam novidades até na esfera da fé, numa ânsia de “cura interior”. No nosso meio evangélico não é diferente. Muitas novidades doutrinárias surgem constantemente, agradando momentaneamente ao homem, porém constituem verdadeiras abominações aos olhos de Deus. A Bíblia recomenda que as pessoas permaneçam firmes aos na fé em Cristo. Na verdade não existe um outro evangelho. O apóstolo Paulo, na carta aos Gálatas, afirma que o evangelho por ele anunciado não é segundo os homens, nem tampouco aprendeu de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo (Gl 1:11-12). Este é o evangelho genuíno, que deve ser aprendido e aplicado em nosso meio, É de bom alvitre, ainda, mencionar que Gálatas é uma carta escrita às igrejas da Galácia, onde haviam pessoas que se diziam espertas e tentavam colocar dúvidas quanto ao apostolado de Paulo, e à própria imagem dele. Paulo, por sua vez, temia que seus amigos, a quem havia alimentado na fé, voltassem à religião baseada nas obras.

O certo é que muitos irmãos, nos dias que correm, estão seguindo o exemplo dos Gálatas, abandonando tão depressa o Deus que os chamou por meio da graça de Cristo e estão aceitando outro evangelho. É preciso relatar que a inconstância dos Gálatas desagradou a Deus, senão vejamos: “maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transformar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema”. Gal 1:6-9.

Assim, a Bíblia nos ensina a confiar no Salvador Jesus Cristo e a permanecermos na fé. Paulo, por sua vez, em seu apostolado, não fugiu de pregar o Evangelho verdadeiro, antes, restou imune as novidades doutrinárias da época, que levavam a um outro evangelho, desconsiderado por Deus. “Mas o Senhor me assistiu e me fortaleceu, para que por mim fosse cumprida a pregação, e a ouvissem todos os gentios; e fiquei livre da boca do leão. E o Senhor me livrará de toda má obra, e me levará salvo para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre amém.”(II Tm 4:17-18). É o que devemos fazer nos dias de hoje. Permaneçamos firmes na fé em Jesus e em seu Santo Evangelho.

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172