Artigos

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena:
Jeová Tsidkenu

Jeremias  profetizou a restauração do povo de Israel, que ocorrerá com a segunda vinda de Cristo, quando instalará o Seu reino milenar. O Senhor Jesus é o Jeová Tsidkenu, o Senhor é a nossa justiça (Jr 23.6; 33.16). Ele executará a justiça (Sl 72.2; Is 9.7), porque a justiça faz parte do Seu caráter (Dt 18.25). Ele é justo em todos os Seus julgamentos e julgará a todos com retidão (At 17.31), porque foi constituido por Deus Juiz de vivos e de mortos.

Deus criou o homem em justiça, mas este se desviou dela (Ec 7.29). A Bíblia diz que as nossas justiças são como trapo de imundícia (Is 64.6), porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus, não havendo um justo sequer (Rm 3.10). Diante desse quadro trágico, Jeová Tsidkenu desceu do Seu trono de glória, assumiu a forma humana e  se fez pecado por nós, para que nEle fossemos feito justiça de Deus (2 Co 5.21). Por isso, é que por meio de Jesus e da Sua justiça, agora temos livre acesso ao Pai. No VT a justiça era buscada através da observância da lei mosaica, pois a lei era o guia do povo de Israel (Dt 6.4-25). No NT, a retidão vem através da Pessoa de Cristo. Daí a necessidade do ser humano tê-Lo como Salvador, a fim de ser conforme a Sua imagem (Rm 8.29, 2 Co 3.18). O evangelho de Cristo é quem nos transforma e, assim, além de termos união com Ele passamos a praticar as virtudes do Seu caráter. O apóstolo João diz que todo aquele que pratica a justiça é nascido de Cristo (1 Jo 2.29). O Senhor Jesus é a fonte da retidão. Ele exorta ao homem buscar a bênção da justiça: “Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” , porque os que andam em justiça herdarão o bem (Pv 28.10). E Deus se deleita em quem anda em justiça (Pv 16.20). Os ímpios não têm a justiça em seu coração (Hc 2.4), por essa razão não andam em justiça (Mq 7.2,4). Salomão diz que “Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal faz isso para a sua morte. A justiça é ordenada por Deus (Sl 8.23, Dt 1.17, Fp 1.11). A Bíblia tem inúmeros exemplos de pessoas que agiram com retidão em decorrência a obediência a Palavra de Deus e também muitos exemplos de pessoas que foram injustiçadas e não fizeram justiça com as próprias mãos, mas esperaram na providencia de Jeová Tsidkenu. Justiça é fazer o que Deus diz ser o certo, é viver de acordo com os Seus ensinamentos. Esta é a justiça que conduz à vida.

Caro leitor, se você tem a Cristo como Salvador e é guiado pelas veredas da justiça, mas se ainda não O aceitou, tome essa decisão já, porque a justiça que vem de Deus é pela fé em Jesus Cristo (Fp 3.9), fazendo isto você terá um novo coração onde reinará a justiça de Deus. É essa justiça que nos dá vida e plena confiança no julgamento divino, razão pela qual não temeremos os homens, nem as circunstancias, estamos livres de condenação, porque o Senhor é a nossa justiça, o Jeová Tsidkenu.

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172