Artigos

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena:
Jeová Jireh

Este é um dos nomes de Deus, significa o Senhor proverá. Deus mandou Abraão sacrificar o seu filho Isaque. Isaque o único filho de Abraão, o qual nascera quando ele e Sara tinham, respectivamente, 100 e 90 anos, conforme o propósito de Deus. Certamente, o pedido de Deus gerou muita ansiedade em Abraão. Mas, ele teve domínio próprio. Primeiro, nada contou a Sara sobre o pedido de Deus. Segundo, porque confiava plenamente em Deus e sabia que era poderoso para ressuscitar Isaque, após o seu sacrifício. O pedido de Deus se constituía em testar a fé de Abraão. Saber até onde iria a sua confiança em Deus. Abraão mostrou sua fé incondicional, razão pela qual iria efetuar o holocausto. Mas, na hora exata Deus interveio e Se apresentou como o Jeová Jireh, como o Deus da provisão, evitou o sacrifício de Isaque e apresentou um cordeiro para ser sacrificado. Esta foi uma maneira de apresentar a Cristo no Velho Testamento. Deus colocando o Seu Cordeiro como substituto para morrer no lugar do homem (Jo 1.29).

Outro exemplo da provisão de Deus é o caso do profeta Elias que pediu água e pão a uma viúva. Esta disse que tinha apenas um punhado de farinha na panela e um pouco de azeite na botija. Iria fazer um bolo para ela e o filho comerem e depois morrerem, porque era o ultimo alimento que tinham. Do ponto de vista humano não havia suprimento que atendesse aos três. Contudo, a mulher creu na palavra de Elias e obedeceu. O milagre aconteceu: a farinha e o azeite por anos não faltaram, até que acabou a seca. Observamos nesse acontecimento que em meio a necessidade Deus proveu com abundancia. O poder de Deus é ilimitado, do suprimento para apenas uma refeição, Deus multiplicou por anos. O Senhor Jesus, a partir de cinco pães e dois peixinhos, alimentou quase cinco mil pessoas, além de mulheres e crianças. Sobraram ainda doze cestos cheios. Esse milagre foi feito por Deus manifestado em carne (Jesus Cristo). Não havia nenhuma dificuldade para realizar tal feito. Pensemos na vastidão do poder de Jesus, que pôde produzir alimento suficiente e instantâneo para tão grande multidão. O Senhor Jesus nos exorta a conhecer as Escrituras e o poder de Deus (Mt 22.29). E Paulo, conhecedor do poder divino disse: “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossa necessidades em glória, por Cristo Jesus” (Fp 4.19). O servo do Senhor precisa saber que Jeová Jireh provê tudo o que necessitamos. Provê livramento, fartura em tempo de fome, consolo na tristeza, paz no momento de angústia, descanso na batalha, segurança em meio ao perigo. Ele faz provisão de nossas necessidades físicas, materiais, financeiras, sociais e espirituais.

Caro leitor, se você ainda não teve uma experiência intima com Deus, aceite ao Senhor Jesus como Salvador de sua vida. Daí para frente você fará parte da família de Deus e terá suas necessidades supridas pelo Deus da provisão, o nosso Jeová Jireh.

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172