Artigos

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena

Presb. José de Arimatéa Menezes Lucena:
FAÇA A DIFERENÇA

As empresas vivem num mundo de competição. Elas buscam uma estratégia que as torne diferente das demais, e assim lhes assegure o sucesso. O crente em Cristo tem diversas estratégias de vida, que o torna diferente das demais pessoas, quais sejam: ser a luz do mundo, o sal da terra, andar em novidade de vida, em amor, em sinceridade, em verdade, ajudar o seu semelhante, praticar a justiça, o perdão, não retribuir o mal, mas praticar o bem para com os seus desafetos, ter paz com todos, ser fiel, obediente, etc. Estas coisas são que fazem a diferença entre os homens. E esse manancial de comportamentos positivos e úteis, Jesus Cristo deixou a disposição dos seus servos, a fim de que eles façam a diferença. Para mostrar que isto é verdadeiro, iremos nos reportar a apenas a duas dessas estratégias que o crente pode ser: luz e sal. O Senhor Jesus diz: “Eu sou a luz do mundo...” (Jo. 8. 12). Em seguida diz para o Seu povo: “Vós sois a luz do mundo” (Mt. 5. 14). Ora, o mundo vivia nas trevas do pecado. Mas, graças a Deus, que Ele enviou o Seu Filho, Jesus Cristo, para ser a Luz do mundo e fazer a diferença, brilhando nas trevas da escuridão. Assim, deve ser o crente em Cristo. A sua luz deve brilhar. Ele precisa fazer a diferença entre as pessoas com as quais convive, porque está ligado em Cristo, Fonte de Energia, Fonte de Luz. No momento que começa a se afastar de Cristo, deixa de ser alimentado pela Fonte e a sua luz começa a se apagar. Jesus espera que a luz do cristão brilhe entre os homens, para que eles vejam as suas obras e glorifiquem a Deus, que está nos céus (Jo. 5. 16). O cristão era treva, mas agora é luz, então deve andar como filho da luz (Ef. 5. 8). O Senhor Jesus diz para o cristão fazer a diferença, ao dizer: “Vós sois o sal da terra...” (Mt. 5. 13). O sal tem uma característica diferente dos demais produtos, que é a propriedade de conservar produtos perecíveis, a fim de que eles não se percam. Assim deve ser o crente em Cristo. Ele está rodeado de pessoas, que irão se perder eternamente e precisa agir urgentemente como “sal” anunciando a Palavra da salvação para que elas não se percam. Mas, se esse ‘crente-sal’ não conservar, os produtos irão se perder. É o que Jesus Cristo adverte: “...e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens” (Mt. 5. 13). Às vezes, o crente convive durante anos com determinadas pessoas e um dia alguém descobre que ele é crente e surpreso pergunta: Fulano, tu és crente? Que decepção para o Senhor Jesus. Este é um crente apagado, que nunca fez a sua luz brilhar. É um crente insosso, que não teve utilidade para salgar.

      Você que está lendo este artigo, já foi alcançado por Cristo? Você já está ligado nEle e passou a ser luz? Se a resposta for não, saiba que o Senhor lhe chama das trevas para a Sua maravilhosa luz. Saia da escuridão venha para a luz e faça a diferença, para que você possa exibir a beleza de Cristo em sua vida.

[listar artigos desse colunista]

IGREJA CONGREGACIONAL NO BESSA

Rua Cândida Nóbrega Ferreira, S.N. - Bessa - João Pessoa/PB
Fone: (83) 3021-2172